17/12/2011

Para o grande dia.

Ai,que suspense...Contado com o dia de hoje faltam 7 dias para o dia de Natal.Estou muito empolgado,eu adoro essas quadras festivas,espero que voces também.

29/11/2011

Super Green Night


Oi..oi!A festa esta a ser realizada pela Staff Patamar e as Amigas!Estou a vender ingressos e t-shirts da festa...
Haverá muitas supresas e alegria,não faltem.

25/10/2011

Off!O motivo...

Infelizmente esses dias não pude escrever no blog pois estou em provas e também tive que organizar a Noite do Phineas e Ferb com os meus irmãos da Staff Patamar,mas prometo que sábado já vou estar no activo no blog,a todos que me enviaram mensagens de preocupação ,muito obrigado,beijos e abraços a todos

12/10/2011

Cupcake a sua história

Tipo eu amo Cupcakes e sempre quis saber a sua história,agora,que já sei quis dividir um bocado convoscos.


Os famosos cupcakes sofreram nos últimos tempos um revivalismo e são muitas as páginas na internet que nos tentam ensinar a fazer o doce ou nos apontam onde podemos comprar um destes pequenos requintes de doçaria.

Na verdade, o termo cupcake apareceu pela primeira vez no livro de receitas de Eliza Leslie, em 1828. No século XIX, estes pequenos bolos eram cozidos em recipientes individuais, ao contrário dos tabuleiros que hoje se usam para levar os muffins ao forno, especialmente nos Estados Unidos. Existe ainda outra teoria que defende que o nome "cup" não advém apenas das formas em que eram cozinhados, mas também da maneira de medir os ingredientes: por copos (cups).

De qualquer das formas, esta foi uma grande inovação para as confeitarias: por um lado, ao serem levados ao forno em pequenos recipientes, demoravam muito menos a serem cozinhados e havia um risco muito menor de serem queimados. Por outro lado, a introdução de medidas específicas fez com que as receitas passassem de mão em mão muito mais rapidamente, estandardizando a forma de fazer bolos. As receitas que nessa altura foram descritas são, em grande maioria, as que ainda hoje se usam.

cupcakes historia doces docaria comida
A base do cupcake é composta por quatro ingredientes básicos - manteiga, açúcar, ovos e farinha - mas a parte superior fica a cargo de cada cozinheiro e da sua criatividade. Depois de a massa de base estar cozinhada, retiram-se os cupcakes do forno e começa a trabalhar-se na cobertura. Normalmente usa-se pasta americana (uma pasta moldável à base de açúcar, que depois de ferver enrijece e pode tomar qualquer cor com o uso de corantes), que pode ser feita em casa ou comprada em qualquer supermercado.


O resultado final é colorido e acabado de sair de um conto de fadas. Ao longo dos anos, os cupcakes têm-se tornado uma verdadeira arte de pormenor, em que os cozinheiros mais experientes misturam todo o tipo de cores e figuras, dando azo à sua criatividade. E se não tiver mão para a cozinha, em Portugal há por exemplo os Merry Cupcakes, a Tease e a CakeShop Mónica Pereira. No Brasil, há a Cupcake & Co, que aceita encomendas de cupcakes para todo o tipo de eventos.

A verdade é que só em 2009 a venda de cupcakes nos EUA subiu 22% e foi a receita que mais aumentou nas pesquisas da Google no mesmo período. E de onde vem esta súbita fama? Há quem diga que tudo (re)começou quando, num episódio de O Sexo e a Cidade, Carrie entrou na loja Magnolia, em Nova Iorque, para comer um cupcake. A partir daí multiplicaram-se as pequenas pastelarias dedicadas a este doce, que até entrou nos roteiros turísticos da cidade e, daí, se espalhou para o mundo. Mas há também quem defenda que é mais uma forma de regeneração urbana, de mistura de tradição e contemporâneo, que poucos sabem fazer como os habitantes da metrópole americana. Ficam as imagens e a dúvida: os cupcakes são um hype ou uma nova forma de valorizar o tradicional?
cupcakes historia doces docaria comida

Cupcake de Marácuja(Foto do dia)

Feito por mi para vocês!

10/10/2011

Come o meu coração...

Esta gostoso o meu coração,neh!

Muito Realista este bolo,sinceramente quando vi pela primeira vez pensei que era um filme de terror,ahaha....

Mas, é apenas um bolo. Um bolo desenvolvido por uma cake designer de Londres, para o Valentine’s Day. Eu adorei tudo nesse bolo,isso sim é  que é criatividade.

Ele custa 7 euros e vem em uma caixa de acrílico enfeitado com um laço de fita rosa ou vermelha. O mais importante de tudo isto é que ela se uniu à Trekstock e doa 20% de toda a venda do coração para a concientização e apoio aos jovens com câncer.

Se quiser saber mais, o site dela é este:  www.lilyvanilli.com

Obs:Nesse Natal ofereça o seu coração a alguem,ahahha,abraços .

25/09/2011

Bife ao molho de champion.

Isso é só mais um prato que não pode faltar na minha casa e daqui a pouco na vossa também,posso garantir.

Ingredientes.
  • 5 bifes grossos
  • 300g de cogumelos frescos cortados ao meio
  • 200ml de natas frescas
  • 80g de margarina
  • 1 dente de alho picado
  • 1 cebola média
  • Sal q.b.
  • Pimenta preta q.b.
  • Vinagre q.b
  • 300 ml de cerveja(ou vinho branco)
  • Azeitonas
Modo de Preparo:
Tempere os bifes com sal e pimenta e vinagre.
Numa frigideira, coloque a margarina a aquecer.
Com a margarina quente, frite os bifes de ambos os lados.
Depois de fritos, coloque os bifes num prato,obviamente.
Na gordura que ficou, junte o alho e a cebola e deixe aquecer um pouco, junte os cogumelos e deixe ganhar aquele sabor do oleo.
Junte a cerveja, as natas e as azeitonas no preparado anterior e deixe ferver.
Deixe o molho engrossar um pouco.
Junte os bifes, vire-os para ficar com molho de ambos os lados.
Acompanhe com arroz de cenora com ovos e batatas fritas. 



Arroz Doce com Milho doce.

Depois de muitos pedidos de amigos e familiares,até porque eu estava a brincar  convosco ,claro que eu iria postar.
Então ai vai para uma dose pequena, 8 porções:

Ingredientes
· 4 xícaras (chá) de água
· 2 xícara (chá) de arroz lavado
· 1 colher de manteiga
 · 2 xícaras (chá) de leite
· Açucar a gosto(eu nao aconselho muito pelo menos 1/5 xicara de açucar)
·1 lata de milho doce(já cozido)
· Canela em pó a gosto

Modo de Preparo 

Escolha, lave e escorra o arroz..

Pegue numa panela e cozinhe o arroz na água com o sal em fogo alto.

Quando a água estiver a secar quase toda, mas o arroz continuar húmido, junte a manteiga e o leite, o açúcar refinado e volte ao fogo com o fogo mais brando.

Mexa de vez em quando com espátula ou colher  de pau em toda a extensão da panela, tendo o cuidado para não pegar no fundo da panela.Nos momentos finais acrescente  o milho doce com um bocado do seu suco para o arroz  ficar mais gostoso do que já esta.

Retire do fogo e coloque em tigelinhas individuais ou em uma travessa grande tanto faz.Polvilhe com canela em pó a gosto.

 


 Bom apetite malta,e me enviem as vossas fotos da receita.

 

20/09/2011

Campeão mundial em comer cachorro-quente ganha 5º título nos EUA

O americano Joey Chestnut, de 27 anos, ganhou nesta segunda-feira seu quinto título consecutivo no campeonato mundial de cachorro-quente mais famoso dos Estados Unidos, ao devorar 62 sanduíches em 10 minutos.

Foi numa segunda do mês de Julho do ano em curso, Chestnut quase igualou seu próprio recorde mundial em 2009 e deixou boquiabertos centenas de curiosos.


"Tem sempre alguém que quer bater um novo recorde, me sinto ótimo", disse Chestnut à cadeia de televisão esportiva "ESPN".

Sonya Thomas, conhecida como "Viúva Negra", foi a vencedora na categoria feminina, ao comer 40 cachorros-quentes no tempo estabelecido.


A favorita da prova, que se preparou comendo saladas e bebendo água nos dois últimos dias, também tentou superar seu próprio recorde em 2009, com 41 sanduíches.

O grande ausente foi Takeru Kobayashi, que dominou a competição com vitórias em seis edições até Chestnut desbancá-lo pela primeira vez em 2007.


O japonês, que no ano passado foi desqualificado após se negar a fazer parte da liga oficial, decidiu protagonizar este ano sua própria prova, que organizou em uma cobertura de Manhattan.


Embora não tenha participado do torneio oficial de Nathan, Kobayashi bateu tecnicamente o recorde de Chestnut, ao devorar 69 cachorros-quentes em 10 minutos, um a mais que a marca de seu rival.


Os torneios são organizados todos os anos no restaurante Nathan's, em Coney Island, bairro de Nova York no dia independência dos EUA, 4 de julho.

06/09/2011

A criança que fui chora na estrada-I

A criança que fui chora na estrada.
Deixei-a ali quando vim ser quem sou;
Mas hoje, vendo que o que sou é nada,
Quero ir buscar quem fui onde ficou.

Ah, como hei-de encontrá-lo? Quem errou
A vinda tem a regressão errada.
Já não sei de onde vim nem onde estou.
De o não saber, minha alma está parada.

Se ao menos atingir neste lugar
Um alto monte, de onde possa enfim
O que esqueci, olhando-o, relembrar,

Na ausência, ao menos, saberei de mim,
E, ao ver-me tal qual fui ao longe, achar
Em mim um pouco de quando era assim.

Um poema de Fernando Pessoa

04/09/2011

Pudim de Pão

Olá a todos que acompanham o meu blog constantemente e não só,hoje venho com uma receita fácil de muito gostosa de comer,que é,o pudim de pão.

Ingredientes:
2 carcaças (aprox. 150g)
500ml de leite
250gr de açúcar
1 colher de sopa de manteiga
4 ovos inteiros
Casca de limão


Preparação:
Num recipiente desfaça as carcaças em pedaços .
Num tacho leve o leite com a casca de limão ao lume e quando começar a ferver, apague.
Tire a casca de limão e deite o leite sobre o pão.
Deixe arrefecer um pouco e triture tudo com a varinha mágica até ficar um género de papa.
Junte a manteiga derretida, o açúcar e os ovos.
Mexa bem o preparado (pode utilizar uma vara de arames).
Deite o preparado dentro de uma forma untada com caramelo e leve ao forno para cozer em banho-maria aproximadamente 45 minutos. No entanto, se após esse tempo o pudim ainda não estiver sólido, deixe-o mais um pouco no forno até ficar (vá verificando com um palito).
Deixe arrefecer e desenforme.


Obs:Para quem for um amante de Canela como eu  pode meter um bocado de canela na hora do preparo que fica uma maravilha.

Pode contar com essa receita vocês irão roubar o coração dos vossos familiares.(risos)
Bom apetite.

29/08/2011

Os 10 erros mais comuns quando organiza-se um jantar em casa

Mesa decorada para jantar
Uma das grandes vantagens quando organiza um jantar em casa é a oportunidade de mostrar à família e aos amigos o grande cozinheiro que é.  Alguns organizam o jantar ao mínimo pormenor: o que vai cozinhar, que serviço de louça apresentar, até a escolha da toalha é meticulosamente pensada. Outros optam por reuniões mais casuais, como o churrasco: brasas em fogo, carne de boa qualidade, cerveja gelada, e está pronto.

Sem cair numa ou noutra situação, pode organizar jantares em casa para amigos e família, onde reine a boa disposição e a descontração mas não falhe nada. Há erros que podem, e devem ser evitados e que tornarão os convívios memoráveis. Confira a listagem de erros mais comuns quando organiza um jantar em casa
  1. Convidar pessoas que o deixam nervoso. Por exemplo, se precisa de se reunir com as suas chefias, opte por um restaurante, não as convide para jantar em sua casa. E se a comida fica mal confecionada? E se prepara algo que não gostam? Não corra esse risco! Num restaurante, cada um escolhe o que prefere, sem riscos. Guarde os jantares em sua casa para a família e amigos, que em caso de desastre culinário, estarão lá para ajudar.
  2. Gastar demasiado dinheiro. É fácil transformar um jantar entre amigos, numa despesa capaz de o levar à ruína. Afinal, todos querem mostrar os especialistas culinários que são e acabam por fazer escolhas de produtos e alimentos que ninguém mais se lembraria e que podem ser demasiado caros. O ideal é escolher produtos de boa qualidade, mas fazer acompanhamentos menos dispendiosos. Por exemplo, carne ou peixe de boa qualidade, acompanhados de legumes. Certamente, encontrará aquela receita de legumes que surpreenderá toda a gente. Aplique o mesmo princípio às sobremesas e entradas.
  3. Comprar tudo no mesmo local. A comida sabe, e fica melhor, quando tem uma história para contar. Assim, em vez de comprar tudo no supermercado da esquina, vá ao talho escolher a melhor carne, à peixaria escolher o melhor peixe, e compre as verduras e frutas naquela frutaria que vende apenas produtos locais. Toda a gente tem locais preferidos: a melhor manteiga está na loja X, o melhor pão é o da padaria Y. Provavelmente, os seus convidados irão perguntar onde comprou tão delicioso pão e aí poderá contar que foi comprado na melhor padaria da cidade e aproveitar para falar um pouco sobre o assunto.
  4. Enlouquecer com a loiça para lavar. Uma coisa que leva as pessoas a não organizar jantares para amigos e família em casa, é a pilha de loiça para lavar que sobra no final. Há duas formas de evitar as pilhas de loiça: ir lavando entre cada prato, ou então usar o mínimo de loiça possível, usando os mesmos pratos e os mesmos talheres. Afinal, a nossa casa não é um restaurante, e se está entre família e amigos não se importarão de usar os mesmos pratos e talheres. E a perspetiva de lavar 6 copos é bem melhor do que lavar 12 ou até mesmo 18 copos!
  5. Cozinhar algo que nunca cozinhou antes. Sabe aquele prato que precisa de 12 horas para ficar pronto? Então não o faça. E aquela receita que deseja experimentar, mas ainda não teve oportunidade? Agora que irá receber os amigos acha que é a oportunidade ideal? Esqueça. E se o prato não sai como na receita e se revela um desastre? Depois não terá tempo para cozinhar outra coisa, e pior, está a deitar dinheiro ao lixo. Cozinhe algo que sabe mesmo fazer e em que o risco de correr mal seja o menor possível. Vale mais uma massa com atum bem feita, do que um rosbife queimado. E se nunca cozinhou rosbife, acha que é aconselhável fazê-lo quando tem a casa cheia de convivas?
  6. Escolher pratos que têm de ser cozinhados exatamente antes de irem para a mesa. Imagine a sua sala de jantar cheia de gente, a querer estar consigo, mas não pode porque tem de preparar a refeição. Ir para o jantar de avental está fora de questão. Esqueça todos os pratos que têm de ir para a mesa acabados de fazer, tipo soufflés. Escolha sempre pratos que possam ser feitos com antecedência e que possam esperar. Faça tudo o que puder ser feito com antecedência. Assim, quando os seus convidados chegarem estará arranjada, a mesa organizada e poderá desfrutar da companhia dos seus familiares e amigos sem stress.
  7. Pressa. Se organizou um jantar, certamente avisou os seus convidados com antecedência. Logo, não tem motivos para não ter tudo pensado e organizado com tempo. Compre o que precisa com antecedência e prepare o máximo de coisas possíveis antes dos seus convidados chegarem. Não deixe nada para a última hora. Se precisa de 30 minutos para fazer a salada e de mais 30 para preparar as entradas, organize-se em função disso. Deixar tudo para a última da hora é um erro grave: os seus convidados não vieram para ajudar, mas sim para conviver.
  8. Apontar tudo o que está errado. É um defeito de quem se sente na obrigação de fazer as coisas tão perfeitas que não admite que algo está errado. Mas mesmo que para si esteja errado, não significa que esteja para os outros. O arroz cozeu demais? Se não disser nada, o mais provável é nem repararem. Caso faça uma observação, o mais certo é que os seus convidados fiquem desapontados com a comida, em vez de aproveitarem o que poderia ter sido uma maravilhosa experiência.
  9. Tratar a sobremesa como o parente pobre da refeição. Se o prato principal foi escolhido com tanto cuidado, a sobremesa também o deverá ser. A sobremesa é o ponto final da refeição e deve ser tão memorável como o prato principal. Não escolha nada ao acaso, ou apenas para remediar. Pode ser apenas fruta e gelado, mas até esta simples ideia pode ser apresentada de forma requintada: lamine a fruta e componha um prato que deixará todos de olhos abertos. Se o gelado é de compra, não o leve para a mesa na caixa onde o comprou, coloque-o numa travessa, ou coloque-o em taças. Todos apreciarão este pequeno gesto e fará com que o jantar seja realmente memorável. Se optar por cozinhar algo, não precisa de ser algo muito elaborado, escolha uma tarte com frutos da época, ou uma mousse de fruta. Prepare sempre a sobremesa com antecedência, para que quando chegar a hora de servir, esteja no ponto ideal.
  10. Deixar os convidados ajudar com a loiça. É tentador a oferta de ajuda quando estamos a arrumar a mesa. Mas se gosta de receber em casa, certamente que não se importa de no dia a seguir arrumar tudo. Organizar jantares em casa é para aqueles que não perdem a oportunidade de criar experiências positivas para os outros, desde que entram nas nossas casas até ao momento em que se despedem. Lavar loiça, arrumar mesas, não são experiências positivas para os seus convidados.
Obs:esta reportagem foi retirada do site de culinaria As Minhas Receitas.

26/08/2011

Tarte de Coco(Foto do dia).

Acabadinho de sair do forno,essa tarte,depois posto a sua receita.
Quero comentario,sobre o que voces tão achado do blog,tipo o que devo fazer e coisas assim,conto com voces.Bjs e abraços


24/07/2011

Pásteis de Bacalhau

Agora todo domingo tenho a mania de ir  a cozinha e fazer bagunça só por fazer e começo a fazer o que me dá na telha!E hoje deu-me vontade de comer pasteis de bacalhau,que eu amo,espero que voces gostem e façam essa receita varias vezes.

Ingredientes
300 g bacalhau
300 g de batatas
4 ovos
1 dl azeite
1 cebola
 1 ramo de salsa
sal e pimenta q.b.
óleo q.b.

Modo de Preparo:

1.Coza as batatas inteiras e com pele depois de muito bem lavadas, de 30 a 35 minutos. Coza o bacalhau noutro tacho durante 10 minutos. Retire as peles e espinhas ao bacalhau e desfie-o esfregando dentro de um saco limpo de pano. Depois das batatas cozidas escorra-as e pele-as. Ponha-as num tacho em lume muito brando para secarem um pouco. Depois esmague-as reduzindo-as a puré.
2.Entretanto, pique muito bem a cebola e refogue-a em azeite. Escolha, lave e pique a salsa. Bata os ovos. A quantidade dos ovos pode ser ajustada ao tamanho destes e da qualidade das batatas.
3.Misture as batatas, o bacalhau desfiado e a cebola refogada até ficar uma massa homogénea. Depois acrescente a salsa e os ovos amassando mais um pouco.
4.Com o auxilio de 2 colheres embebidas em azeite molde os pastéis, fritando-os em seguida em óleo abundante e muito quente.
5.Escorra-os em papel absorvente e sirva-os decorados com um raminho de salsa.

Em minha casa todos adoraram,desejo que voces tambem gostem.Abraços e Beijinhos.

16/07/2011

Bolo com cobertura de Chantili e Pessegos

Esse bolo fiz no dia de anos da minha mãe,estava uma delicia modesta parte.

Ingredientes:

Para a Massa:
6 ovos
200 g de açúcar
200 g de farinha de trigo
1 colher de fermento

Para o Recheio e Cobertura:
3 dl de natas frias
100 g de açúcar
1 lata de Pêssego em calda

Modo de Preparo:
1.Para a massa bata bem os ovos com o açúcar.Peneire a farinha com o fermento e envolva no preparado de ovos com uma vara de arames.


2.Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma com 20 cm de diâmetro e verta a massa.Leve a cozer ao forno 180º C por cerca de 30 min.Retire depois de cozido,deixe arrefecer e desenforme.Corte o ao meio,no sentido longitudinal,e reserve.

3.Para o recheio bata as natas bem firme com o  açúcar durante 10 min ate fazer o chantili.De seguida barre a parte inferior com o chantili e por cima coloque a fruta,componha o bolo com a parte superior.Com o resto do chantili barre-o bem e decore com o resto do pêssego.


 Decore como querer o importante é que o bolo seje a cara de quem o fez.Beijos e abraços a todos.

13/06/2011

Os tres Papagaios

Um cara entra numa loja de animais, querendo comprar um papagaio e encontra três idênticos numa gaiola e pergunta o preço:

- O da esquerda custa 500 Reais - diz o dono. 
- Nossa, que caro! Por que vale tanto? 
- Ele é um papagaio muito especial - explica. 
- Sabe operar um computador. 
- Ah, sei... E o da direita, quanto vale? 
- Esse custa 1000 Reais. 
- Nossa, mas por que custa tão caro? - Ah, porque além de saber operar um computador,também domina Windows 98, Unix e Macintosh. 
- Sei, interessante... E o papagaio do meio? 
- Esse custa 5 mil Reais! 
- Que é isso! O que ele sabe fazer de tão especial?  
- Na verdade - diz o dono, - nunca vi esse papagaio fazer coisa nenhuma.

Mas os outros dois o chamam de chefe...

30/05/2011

Papa Doce de farinha de milho

Antes de mais queria dizer que sou fanático por essa sobremesa ou lanche,que faço sempre que posso e todo mundo adora,e  tem dois tipos com leite vaca e leite de coco.Desta vez vou fazer com leite de vaca,vamos logo  a receita.

Ingredientes:
  • 3 Chávenas de Chá de  de farinha de milho
  • 3 Chávenas de Chá de leite
  • 3 Chávenas de Chá de água
  • 1  Chávena de Chá açúcar 
  • 2 colheres de manteiga
  • 1 casca de limão
  • Sal a gosto
  • Canela a gosto.
Preparação

1. Na panela coloque  a água , juntamente com   a casca de limão e o sal. Acrescente a farinha de milho e leve ao lume. Vá mexendo com frequência.

2. Deixe a farinha de milho cozer durante 10 min,depois coloque a manteiga,o leite e o açúcar  deixe mais  10 min,em lume brando e continue a mexer até todo o líquido ser absorvido.

3. Quando a consistência for cremosa e idêntica ao arroz doce, retire do lume. Retire  e a casca de limão.

4. Acrescente canela em pó. Coloque num prato e sirva. As papas podem comer-se quentes ou frias.



Agora é hora de comer.

Espero que gostem!

Bom Apetite!

19/05/2011

Parabens Pra mi...Sim eu faço um aninho

parabens para mim, parabens para mim, parabens para mi-im, parabens para mim.

Que coisa parece que foi ontem que me apaixonei tanto pela culinaria que resolvi ter um caderno,de um caderno para um livro,de um livro para um blog de culinaria.

O  meu menino(o blog) faz um ano hoje,e hoje eu sei ele e eu crescemos juntos no mundo da culinaria.

;)Posto reservado pra voce me amar no meu dia.

28/04/2011

Caril de Frango

Hoje trago um clássico: Caril!
Tendo esta receita como base pode-se fazer caril de tudo: camarão, galinha, caranguejo, borrego...
E não tenham medo de experimentar: o pior que pode acontecer é não gostarem!

Ingredientes:1 frango
3clh bem cheias de pó de caril
azeite ou óleo q.b. (alguns puristas dizem que a comida indiana jamais deve ser feita com azeite!)
1 cebola picada
1clh sopa de polpa de tomate
2dl de leite de coco (eu uso sempre de lata ou de garrafinha))
1 dente de alho
Coentros-q.b.
Sal-q.b.
Arroz-q.b.

Preparação:

Corte o frango em pedaços, retire-lhe a pele e tempere com 1 colher de pó de caril. Faça um refogado com o azeite(ou óleo!) e a cebola picada. Quando a cebola começar a querer alourar, junte o frango e, sobre o lume vá mexendo com cuidado até refogar um pouco mais.
Espalhe por cima o resto do caril e a polpa de tomate e mexa.
Esmague o dente de alho e os coentros com sal grosso e junte ao caril. Deixe cozinhar em lume muito brando, tapado e sem adicionar água. A água libertada pela cebola e pelo próprio frango é suficiente.
Quando a carne estiver cozinhada, junte o leite de coco. E deixe ferver mais 5 minutos.
Rectifique os temperos, e sirva quente com o arroz !

Bom Apetite!

19/04/2011

Biscoitos de Canela

Ingredientes:

· 1/2 xícara (chá) de manteiga em temperatura ambiente
· 2/3 de xícara (chá) de açúcar mascavo
· 1 ovo
· 2 xícara (chá) de farinha de trigo
· 1 colher (chá) de fermento em pó
· 1 pitada de sal

Modo de preparo:

Numa tigela, misture a manteiga e o açúcar mascavo. Acrescente o ovo e mexa. Junte a farinha, o fermento,a canela e o sal e misture até obter uma massa homogênea. Faça bolinhas com uma colher de sopa de massa e coloque-as num refratário redondo, deixando um espaço grande entre elas. Se usar um refratário de 20 centímetros de diâmetro, coloque no máximo cinco bolinhas de massa de cada vez. Achate cada bolinha com um garfo passado na farinha de trigo.
 Leve ao micro-ondas, em potência alta, por um minuto. Desligue, espere um minuto e ligue outra vez por mais um minuto. Retire e deixe esfriar até ficar crocante. Tire os biscoitos do refratário com a ajuda de uma espátula.

Para ficar mais bonito,polvilhe com uma colher de açúcar misturado com uma colher de  canela

11/04/2011

Para todos

Ola,a todos leitores,na receita do bolo de chocolate a Odete tinha me perguntado se 2 dl de natas eram quantos pacotes ou ml.
Espero que essa dica lhe ajude e a mais pessoas.

1dl = 100 ml
...
4 dl = 400 ml
5 dl = 500 ml = 0,5 l (meio litro)
6 dl = 600 ml
...
9 dl = 900 ml
10 dl = 1000 ml = 1 l (litro)

Ou seja se tem dl e queres ml, basta multiplar por 100:
1 dl = 1 * 100 = 100 ml

Se tens ml e queres dl, divides por 100:
500 ml = 500 / 100 = 5 dl

Mousse de Bolacha

Ola,ja a muito tempo que estava com vontande de fazer  mousse de bolacha. Eu nunca tinha feito e já tinha visto em alguns blogues e sites de culinaria e decidi experimentar.
Realmente é muito simples mas é uma delicia.

Ingredientes:
1 pacote de bolacha maria
1 lata de leite condensado
2 pacotes de natas


Preparação:Esmague ou pique a bolacha maria.
Bata as natas durante 1 minuto, junte o leite condensado e bata mais 30 segundos.
Junte a bolacha maria e envolva tudo bem.
Coloque a mousse nas taças e leve ao congelador durante 30 minutos para esfriar.

Nunca é demais saber:
Feita de farinha de trigo,açúcar, óleo e essência de baunilha, a bolacha Maria é intemporal e conhecida de todos, por isso também ela tema  sua história.

Em 1875 a Grã-Duquesa Maria da Rússia casou-se com o Duque de Edimburgo, numa cerimónia, que á época, deslumbrou a Europa.

Para celebrar a ocasião uma padaria inglesa decidiu uma nova bolacha doce carimbada com o nome de Maria,em homenagem à grã-duquesa: nascia assim, a bolacha Maria!

A sua popularidade espalhou-se por toda a Europa, sendo durante muito tempo, a bolacha favorita e mais vendida, alcançando 40% de vendas.

O desenho que apresenta varia de país para país, mas a impressão do nome Maria, mantém-se em todas as produções, seja em que país fôr!

09/04/2011

A Páscoa

A Páscoa (do hebraico Pessach, significando passagem através do grego Πάσχα) é um evento religioso cristão, normalmente considerado pelas igrejas ligadas a esta corrente religiosa como a maior e a mais importante festa da Cristandade. Na Páscoa os cristãos celebram a Ressurreição de Jesus Cristo depois da sua morte por crucificação (ver Sexta-Feira Santa) que teria ocorrido nesta época do ano em 30 ou 33 da Era Comum. O termo pode referir-se também ao período do ano canónico que dura cerca de dois meses, desde o domingo de Páscoa até ao Pentecostes.

Os eventos da Páscoa teriam ocorrido durante o Pessach, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egipto.

A palavra Páscoa advém, exactamente do nome em hebraico da festa judaica à qual a Páscoa cristã está intimamente ligada, não só pelo sentido simbólico de “passagem”, comum às celebrações pagãs (passagem do Inverno para a primavera) e judaicas (da escravatura no Egipto para a liberdade na Terra prometida), mas também pela posição da Páscoa no calendário, segundo os cálculos que se indicam a seguir.

A última ceia partilhada por Jesus Cristo e seus pelos discípulos é narrada nos Evangelhos e é considerada, geralmente, um “sêder do pesach” – a refeição ritual que acompanha a festividade judaica, se nos ativermos à cronologia proposta pelos Evangelhos sinópticos. O Evangelho de João propõe uma cronologia distinta, ao situar a morte de Cristo por altura da hecatombe dos cordeiros do Pesach. Assim, a última ceia teria ocorrido um pouco antes desta mesma festividade.

Os termos "Easter" (Ishtar) e "Ostern" (em inglês e alemão, respectivamente) parecem não ter qualquer relação etimológica com o Pesach (Páscoa). As hipóteses mais aceitas relacionam os termos com Eostremonat, nome de um antigo mês germânico, ou de Eostre, uma deusa germânica relacionada com a primavera que era homenageada todos os anos, no mês de Eostremonat, de acordo com o Venerável Beda, historiador inglês do século VII.

30/03/2011

Bolos de Chocolate I-A Minha Maneira.

Olá pessoal! Sou um viciado em chocolate assumido e já experimentei montes de receitas diferentes. Os melhores que ja exprimentei,segundo o meu gosto sao os que postarei aqui,mas,tambem gostaria de saber as vossas receitas.

Ingredientes:
- 4 ovos
- 2 chávenas de açúcar
- 2 chávenas de farinha
- 1 chávena de água morna
- 1 chávena de óleo

- 4 colheres de chocolate em pó (Nesquisk da Nestlé)
- 1 colher de sopa de fermento em pó Royal
- 2 dl de natas.
-100 gr de chocolate em tablete.

Modo de Preparo:
Primeiro  separe as claras das gemas,logo em seguida ponha a gema na batedeira adicione a água morna, depois o açúcar, mexendo bem.

De seguida  adicionar o chocolate em pó, a farinha de trigo  e o fermento.

Mexendo bem. Depois, adicionar as claras em castelo e o óleo.
Pôr em forma quadrada ou redonda, em forno pré-aquecido, durante 25 a 30 minutos. 

Para a calda:
Derreta o chocolate junto com a nata em uma panela continue mexendo ate ficar com uma conssistencia desejada e verta sobre o bolo ainda quente.

23/03/2011

Petitchef

Vos recomendo vivamente a irem a este site de receitas fantasticas,ate porque eu tambem estou la como usuario,assim voces poderam ver muitas receitas do Planeta Receita no Petichef.

Desde ja,espero que gostem tanto com eu.


Clique aqui para ir para o site:Petichef                                                                                         
Todas as receitas estão no Petitchef

12/03/2011

Enciclopédia de Nutrição do Açúcar.

Na Enciclopédia de Nutrição você vai conhecer melhor os alimentos, suas propriedades nutricionais e seus benefícios para a sua saúde. Leia, pesquise e informe-se para fazer escolhas mais saudáveis na sua vida.
Hoje vamos abordar sobre o Açúcar.

Introdução.
Actualmente considerado um dos vilões da alimentação saudável, o açúcar, até o século XVIII, praticamente só era usado como uma espécie de medicamento calmante até hoje, é comum oferecer um copo de água com açúcar para uma pessoa nervosa.

Antes da expansão do cultivo de cana-de-açúcar, nas colônias européias do então Novo Mundo, o açúcar era ingrediente raro e de luxo. Vindo da Índia, tornou-se conhecido no mundo árabe, que propagou o gosto (irresistível) pela Europa. Servir açúcar era símbolo de prestígio e riqueza na Europa até o século XVIII.
Nas festas da alta nobreza francesa antes da queda da Bastilha, os doces e as esculturas feitas com açúcar eram demonstração explícita de poder.

A cultura canavieira que se desenvolveu além-mar, em colônias da América Latina e do Caribe, permitiu que o produto se popularizasse. O Brasil se tornou então o maior fornecedor da doce iguaria.
Além da fabricação de doces, o açúcar começou a ser usado para adoçar bebidas, conservar frutas (na forma de geléia ou cristalizadas) e, em pitadas, como tempero de várias receitas.
Hoje, é difícil imaginar a vida sem ele; já imaginou uma festa de aniversário sem bolo? O problema e o motivo de o ingrediente ser, ao mesmo tempo, amado e odiado pelo mundo moderno é que é muito fácil gostar de açúcar e exagerar na dose.
O sabor doce é o primeiro que percebemos na língua, e o mais fácil. Pode ser que não acalme de fato, mas traz sensação de prazer. Além disso, os açúcares são os combustíveis do cérebro e das células do corpo, que precisam deles para funcionar. A quantidade necessária para isso, no entanto, costuma ser menor do que a consumida em geral.
Por outro lado, consumido com moderação, o açúcar é fonte de energia imediata. E, para muita gente, a fonte mais saborosa.

Para sua Saúde
Junto com o oxigênio, os açúcares são a principal fonte de energia da células do corpo, indispensável a todas as reações metabólicas que fazem o corpo funcionar. O açúcar da cana é uma fonte de energia rápida, de utilização imediata.
O consumo de açúcar, em doses adequadas, também favorece a liberação de substâncias que produzem sensação de bem estar.
No entanto, o açúcar não usado pelo organismo será armazenado no corpo, criando depósitos de gordura e aumentando o nível de açúcar no sangue. Por isso, o consumo excessivo do alimento está relacionado ao aumento da obesidade, do diabetes e da síndrome metabólica, um conjunto de distúrbios que aumenta o risco de doenças cardíacas.
A questão é consumir com moderação. Porém, não está totalmente estabelecido qual é o consumo máximo de açúcar indicado. Ele pode variar muito conforme as condições de cada indivíduo.
Embora algumas correntes também associem o consumo de açúcar a doenças como câncer e distúrbios como hiperatividade, não há evidências que comprovem essas teorias.

Em casa.

Como Conservar

Guarde as embalagens fechadas em lugar escuro, longe da umidade. Ao abrir, coloque em recipientes com boa vedação, para evitar umidade (que empedra o açúcar) e não atrair insetos.

Idéias para Servir

O açúcar é o ingrediente indispensável da maioria das receitas doces. E cada um tem as suas preferidas.
Polvilhado na borda de copos altos, umedecidas com limão, o açúcar enfeita coquetéis.
Pitadas de açúcar são acrescentadas a receitas salgadas, para acentuar o sabor, equilibrar o sal ou diminuir a acidez.


10/03/2011

Mousse de maracujá sem gelatina

Seguindo uma receita que foi me dado pela  a minha amiga Leila e com sua permissão para postar no meu blog,espero que gostem.

Ai vai a receita de um mousse de maracujá sem gelatina:

Ingredientes:
- 1 lata de creme de leite
- 1 lata de leite condensado
- a mesma medida de suco de maracujá (meça o suco na lata de leite condensado)

Modo  de Preparo:

Bata tudo no liquidificador de 05 a 10 minutos, coloque na geladeira e após uns 30 minutos estará delicioso.
A Leila me disse que fica mais gostoso do que o feito com gelatina,eu exprimentei e gostei dos dois,espero que vocês também gostem e me enviei a  vossa opinião.

03/03/2011

Calderada de Frango

Ingredientes:
1kl de frango limpo e cortado em cubos
2 pimentos
700g de batatas ás rodelas
3 tomates bem maduros
2dl de azeite
3 cebolas ás rodelas
2 dentes de alhos picados
2 folhas de louro
2 colheres de sopa de polpa de tomate
meio litro de vinho branco ou cerveja
l e piripiri q.b.

Vinagre q.b.

Modo de Preparo:
Comece por temperar o frango já as aos cubos ou pedaços com sal,piri piri,alho e o vinagre.

Logo em seguida comece a preparar os ingredientes que restam;as rodelas.Depois de 10 minutos meta os ingredientes em camada na seguinte ordem: frango,tomate,cebola,pimento,louro e a salsa e reguei por cima com o  azeite,a polpa de tomate e o vinho.

Levei a panela em lume médio por cerca de 25 minutos.
Acompanha-se com arroz branco.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...